Jango

Francisco Russo avaliou o documentário com 3,5 de 5 estrelas e escreveu no site que ele é “necessário para todos aqueles que desejam entender melhor o porque do Brasil ser do jeito que é hoje. Trata-se de um relato consistente e abrangente sobre a turbulência politica vivenciada pelo pais na década de 1960 e o quão crucial foi a influencia estrangeira para que o golpe militar realmente acontecesse e perdurasse por tantos anos”. Embora esteticamente pouco ousado, o filme de Paulo Henrique Fontenelle revela uma materia-prima digna de filme policial(…)
 Carlos Alberto Mattos elogiou o documentário, que segundo critico, o filme é um chamado a responsabilidade de quem trabalha com a restauração da verdade em nossa história recente .
O documentário levou o premio como o melhor do Juri Popular no Festival do Rio de 2012 e o de melhor longa-metragem do Juri Popular na Mostra Tiradentes 2013

Hugo Chávez: a verdade das câmeras

Até que ponto o que passa na televisão mostra os fatos como realmente aconteceram? Os registros da tentativa de golpe contra o presidente da Venezuela, Hugo Chávez, em 2002, trazem dúvidas sobre o assunto. A população havia aderido a uma greve geral, em protesto contra o aumento da criminalidade, da pobreza e da corrupção. Logo depois de Chávez demitir gestores da companhia estatal Petróleos da Venezuela, militares anunciaram a “renúncia” do presidente. Assumiu em seu lugar o empresário Pedro Carmona, que ficou no poder por apenas 24 horas. Chávez proibiu as televisões privadas de transmitir os confrontos entre manifestantes civis e o Exército. Uma equipe de TV irlandesa, que estava no país para filmar o presidente, produziu o documentário A Revolução Não Será Televisionada. O filme gera avaliações conflitantes: alguns críticos afirmam que ele omite fatos nocivos à imagem de Chávez, enquanto outros aclamam o documentário como um retrato fiel do conturbado momento político da Venezuela.

Comunicação x Desemprego

As vantagens da globalização: a facilidade de comunicação melhorou muito, hoje em dia é possível acompanhar fatos em outros continentes em tempo real, há alguns anos só se sabia o que acontecia em outro continente após meses. Os meios de transportes também impulsionaram a globalização e também melhoraram de acordo com a mesma.

Desvantagens da Globalização: dentre as desvantagens, ou seja, os aspectos negativos da globalização, podemos relatar algo que mais merece destaque que é a maior competitividade por vagas de emprego. Com a grande busca por vagas de empregos muitas pessoas procuram melhores formações profissionais e fica cada dia mais difícil conseguir um bom emprego.

Nas músicas, a seguir, conseguimos identificar os dois lados da globalização.

Globalização Econômica

Defesa armada
Os países pobres ainda tem
Que aprender a mais nova lição
O domínio total da nação
Esta vindo através da globalização
Temos que evitar a abertura de fronteira,
Para proteger a industria nacional,
Defesa do emprego,
Defesa da família,
Defesa das fronteiras,
Proteja a economia,
A população é inocente
Gosta de ter um monte de opção
Um produto inutil e barato
Importado sem ter uma razão
Temos que evitar a abertura de fronteira,
Para proteger a industria nacional,
Defesa do emprego,
Defesa da familia,
Defesa das fronteiras,
Proteja a economia

A Tal Da Globalização

Quininho De Valente

Eu sou da roça e vivo escondido
Todo insatisfeito lá no meu lugar
Não tem barulho não tem violência
Lá so tem notícia se alguém for levar
Lá na roça so tem novidade
Quando chega alguém da capitá

Ô zé nao mate nós de medo zé
Conta pra gente então
Que bicho é esse que tem esse nome
O que será que come a globalização? (2x)

Não vai prestar se ele entrar na roça
Se quebrar o milho e pisar no feijão
Ah, se assustar minhas galinhas
Se sujar a fonte vai ter confusão
Tu imagina se mexer no gado
Pense num cabra zangado armado de facão
Que já escurraçou até onça pintada
Já brigou com lobisomem e assombração

Ô zé não mate nós de medo zé
Conta pra gente então
Que bicho é esse que tem esse nome
O que será que come a (tal da) globalização? (2x)

 

A luta não para – O MST!

O movimento dos sem-terra (MST), desde 1984 luta pela democratização da terra, acenando esperança para milhares de pessoas marginalizadas. Até hoje em 2014, 30 anos após sua criação, presenciamos o povo “ocupando” lugares vazios com o objetivo de criar fatos políticos, mobilizando a população, através da mídia.

HIOSTOURANDO2Fonte: http://www.redebrasilatual.com.br/cidadania/2014/11/mst-reocupa-fazenda-da-cutrale-e-reivindica-julgamento-sobre-grilagem-de-terras-7729.html

Histourando3Fonte: http://g1.globo.com/goias/noticia/2014/09/justica-manda-mst-desocupar-fazenda-de-senador-em-goias.html

Trabalho semanal

Para a semana do dia 18 de novembro, foi proposto para a turma que cada grupo elaborasse a primeira página de um jornal com manchetes referentes ao Brasil República. Esta aí o resultado:

HISTOURANDOI

A qualidade da imagem está regular e é a única que nós temos, contudo queríamos compartilhar a nossa atividade. Esperamos que tenham gostado.

Tank Man do massacre na praça da Paz Celestial

O Rebelde Desconhecido, também conhecido como O Homem dos Tanques, é como ficou conhecido o misterioso homem que ganhou fama em todo o mundo como figura heroica após ser filmado e fotografado durante os protestos na Praça da Paz Celestial em Pequim, em 5 de junho de 1989. Várias fotografias foram tiradas do homem, que ficou em pé em frente a uma coluna de tanques chineses Type 59, forçando-os a parar.

Quase nada se sabe a respeito da identidade do homem ou do comandante do tanque. Pouco depois do incidente, o tabloide britânico Sunday Express afirmou ser “Wang Weilin” seu nome, um estudante de 19 anos que foi posteriormente preso por “agitação política” e “tentativa de subversão de membros do Exército”; entretanto, a veracidade desta afirmação é questionável. Numerosos rumores se espalharam acerca da identidade do homem e de suas intenções, mas nenhuma delas pôde ser definitivamente provada.

Existem várias histórias conflitantes sobre o que aconteceu com o homem. Num discurso do President’s Club em 1999, Bruce Herschensohn, ex-assistente do presidente Richard Nixon, afirmou que o homem foi executado 14 dias depois; outras fontes dizem que ele foi morto pelo pelotão de fuzilamento poucos meses depois dos protestos de Tiananmen. No livro Red China Blues: My Long March from Mao to Now, a jornalista Jan Wong diz que o homem ainda está vivo e escondido no interior da China. Segundo informações obtidas por ela própria, o governo chinês buscava informações sobre o rebelde ainda um ano depois das manifestações de Tienanmen.

Anos 80 e sua diversidade musical

Outras inúmeras bandas de rock e pop surgiram nos anos 80: A-ha, U2, The Police, Duran Duran. Algumas, surgidas em meados dos anos 70, só se consolidaram na década de 80; no Brasil, RPM, Ultraje a Rigor, Titãs, Legião Urbana, 14 bis, Barão Vermelho, Kid Abelha, Ira! entre outras. O Brasil foi lançado o primeiro Rock in Rio (1985).

É inaugurado o Sambódromo na cidade do Rio de Janeiro em 1984. Consolidavam-se o estilo musical da MPB, ou música popular brasileira (surgido na segunda metade da década de 1960), e as bandas de música pop e de rock and roll, como Legião Urbana, Ultraje a rigor, Engenheiros do Hawaii, Titãs, RPM, Claudio Zoli (com a banda Brylho e Solo)…

 A seguir no vídeo amador: imagens de comidas, brinquedos, jogos, artistas entre outras coisas que marcaram a década de 80 com uma trilha sonora incrível. Trilha sonora que fala muito sobre o Brasil da época.

Conquistas femininas (linha do tempo)

A mulheres brasileiras lutavam por direitos civis e reivindicavam igualdade perante aos homens. Nesta linha do tempo ficará visível as conquistas e a evolução do movimento “Freedom for women” (liberdade para as mulheres).

♣ 1827 – Surge a primeira lei sobre educação das mulheres, permitindo que frequentassem as escolas elementares; as instituições de ensino mais adiantado eram proibidas a elas.

♣ 1832 – A brasileira Nísia Floresta, do Rio Grande do Norte, defendia mais educação e uma posição social mais alta para as mulheres. Lança uma tradução livre da obra pioneira da feminista inglesa Mary Wollstonecraft. Inspirada nesta obra, Nísia escreve Direitos das mulheres e injustiça dos homens. Mas Nísia não fez uma simples tradução, ela se utiliza do texto da inglesa e introduz suas próprias reflexões sobre a realidade brasileira. É por isso considerada a primeira feminista brasileira e latino-americana.

♣ 1879 – As mulheres têm autorização do governo para estudar em instituições de ensino superior; mas as que seguiam este caminho eram criticadas pela sociedade.

♣ 1917 – A professora Deolinda Daltro, fundadora do Partido Republicano Feminino em 1910, lidera uma passeata exigindo a extensão do voto às mulheres.

♣ 1928 – O Governador do Rio Grande do Norte, Juvenal Lamartine, consegue uma alteração da lei eleitoral dando o direito de voto às mulheres. Elas foram às ruas, mas seus votos foram anulados. No entanto, foi eleita a primeira prefeita da História do Brasil: Alzira Soriano de Souza, no município de Lajes – RN.

♣ 1932 – Getúlio Vargas promulga o novo Código Eleitoral, garantindo finalmente o direito de voto às mulheres brasileiras.

♣ 1937/1945 – O Estado Novo criou o Decreto 3199 que proibia às mulheres a prática dos esportes que considerava incompatíveis com as condições femininas tais como: “luta de qualquer natureza, futebol de salão, futebol de praia, pólo, pólo aquático, halterofilismo e beisebol”. O Decreto só foi regulamentado em 1965.

♣ 1962 – É criado no dia 27 de agosto foi sancionado o Estatuto da Mulher casada, que garantiu entre outras coisas que a mulher não precisava mais de autorização do marido para trabalhar, receber herança e em caso de separação ela poderia requerer a guarda dos filhos.

♣ 1979 – Eunice Michilles, então representante do PSD/AM, torna-se a primeira mulher a ocupar o cargo de Senadora, por falecimento do titular da vaga.A Convenção para a Eliminação de todas as Formas de Discriminação contra a Mulher foi adotada pela Assembléia Geral. A equipe feminina de judô inscreve-se com nomes de homens no campeonato sul-americano da Argentina. Esse fato motivaria a revogação do Decreto 3.199

♣ 1980 – Recomendada a criação de centros de autodefesa, para coibir a violência doméstica contra a mulher. Surge o lema: Quem ama não mata.

♣ 1983 – Surgem os primeiros conselhos estaduais da condição feminina (MG e SP), para traçar políticas públicas para as mulheres. O Ministério da Saúde cria o PAISM – Programa de Atenção Integral à Saúde da Mulher, em resposta à forte mobilização dos movimentos feministas, baseando sua assistência nos princípios da integralidade do corpo, da mente e da sexualidade de cada mulher.

♣ 1985 – Surge a primeira Delegacia de Atendimento Especializado à Mulher – DEAM (SP) e muitas são implantadas em outros estados brasileiros. Ainda neste ano, com a Nova República, a Câmara dos Deputados aprova o Projeto de Lei que criou o Conselho Nacional dos Direitos da Mulher.

♣ 1987- Criação do Conselho Estadual dos Direitos da Mulher do Rio de Janeiro – CEDIM/RJ, a partir da reivindicação dos movimentos de mulheres, para assessorar, formular e estimular políticas públicas para a valorização e a promoção feminina.

♣1988 – Através do lobby do batom, liderado por feministas e pelas 26 deputadas federais constituintes, as mulheres obtêm importantes avanços na Constituição Federal, garantindo igualdade a direitos e obrigações entre homens e mulheres perante a lei.

♣ 1996 – O Congresso Nacional inclui o sistema de cotas, na Legislação Eleitoral, obrigando os partidos a inscreverem, no mínimo, 20% de mulheres nas chapas proporcionais.

♣ 2006 – Sancionada a Lei Maria da Penha. Dentre as várias mudanças, a lei aumenta o rigor nas punições das agressões contra a mulher. O Parlamento pasquistanês aprova mudança na lei islãmica sobre o estupro: a lei exigia que uma mulher estuprada apresentasse como testemunhas quatro homens considerados “bons muçulmanos” ou, caso contrário, enfrentaria acusações de adultério. A nova lei tira este crime da esfera das leis religiosas e o inclui no código penal.